Longevidade no Congresso de Direito de Seguro e Previdência

Longevidade no Congresso de Direito de Seguro e Previdência

Neste sábado, Alexandre Kalache foi apresentado como conferencista na sessão de encerramento do XI Congresso de Direito de Seguro e Previdência pela presidente da Associação Latino-Americana de Direito e Previdência.

Em sua palestra, Alexandre Kalache abordou o tema de direito a um seguro que milhões de pessoas idosas não conseguem obter e da importância de fortalecer os laços de solidariedade intergeracional. Ao ressaltar a necessidade de adotar um enfoque de curso de vida, Kalache frisou que o Brasil, face à revolução da Longevidade, necessita investir maciçamente nos jovens de hoje que serão amanhã os adultos, entre eles os idosos.

Como ilustração Kalache chamou atenção a resultados divulgados esta semana pelo IBGE mostrando que 90% das crianças com menos de 4 anos vivem em lares com renda per capita abaixo de
dois salários mínimos e 75% em lares onde a renda per capita não chega a um salário mínimo.

O futuro de um país que envelhece tão rapidamente como o Brasil dependerá em grande parte de nossa capacidade de investir nestas crianças que dependem do ensino público para sua instrução. Do contrário não serão adultos produtivos, incapazes de manterem um pacto intergeracional de que um país envelhecido depende. Kalache também chamou atenção para o setor de seguros para sustentar um envelhecimento ativo que depende dos quatro pilares: saúde, aprendizagem continuada, participação e segurança/proteção. Este último pilar refere ao direito e à possibilidade de poder ter um seguro de saúde, de vida, de proteção aos bens acumulados – do direito a viver em paz, sentindo-se protegido.

Leia mais sobre o Congresso da Associação Internacional de Direto do Seguro (AIDA): http://www.congressoaida.com.br/programacao