Humanização e cuidado, temais emergentes do VI Fórum

Humanização e cuidado, temais emergentes do VI Fórum

O VI Fórum Internacional da Longevidade trouxe discussões e reflexões sobre o futuro da longevidade, políticas públicas, políticas sustentáveis, saúde e inovação. O Centro Internacional de Longevidade do Brasil (ILC-BR), em colaboração com o Grupo Bradesco Seguros e a UniverSeg, encerrou no fim da tarde do dia 23/11 o VI Fórum Internacional da Longevidade, que foi realizado no Rio de Janeiro. Com o tema “Desenhando o futuro da longevidade”, o evento reuniu especialistas e personalidades nacionais e internacionais, que apresentaram pesquisas, experiências e reflexões para uma plateia formada por gerontólogos, profissionais da área de saúde, estudiosos da longevidade e autoridades públicas de diversas áreas.

Para Alexandre Kalache, chair do evento, presidente do Centro Internacional de Longevidade (ILC-BR) e co-presidente da Aliança Global de ILCs, o evento trouxe discussões importantíssimas para os avanços científicos e para o desenvolvimento tecnológico. “Partimos para o Futuro da Longevidade que é o Futuro do Cuidado, um futuro mais humanizado, menos desigual, centrado nas pessoas e nos direitos. Com a tecnologia como um grande facilitador. Não aquela High Tech – que tem seu lugar para os que a ela podem aceder. Mas aquela que está acessível a maioria. Afinal, Saúde (e envelhecimento com qualidade, ao longo do curso de vida ) se cria no contexto do dia a dia, onde as pessoas, vivem, trabalham, se divertem, se locomovem e se amam”, afirma o gerontólogo.

Um dos pontos altos do primeiro dia foi o painel que abordou aspectos transversais como gênero, raça e desigualdade. Os palestrantes trouxeram reflexões e dados impactantes, p.ex. sobre a saúde da população negra. Em outro momento, Lygia Pereira, professora titular do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, falou sobre genética e células-tronco. Segundo ela, “no futuro haverá terapias genéticas preventivas, mas o que mais importa é que já podemos fazer agora mudanças de estilo de vida para uma velhice melhor”.

No segundo dia, houve um enfoque na atenção primária e nos cuidados – com exemplos de Portugal, da Holanda, do México e do Reino Unido. O evento ainda contou com a participação especial da Baronesa Sally Greengross, Presidente do Centro Internacional de Longevidade do Reino Unido, que foi homenageada no XIII Fórum Bradesco da Longevidade que ocorreu na véspera em São Paulo.